sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Nota de repúdio pela morte do soldado Tadeu

Nós recebemos um E-mail de um de nossos leitores pedido para que divulgássemos sua indignação quanto a esse lamentável fato.
Diz o E-mail:

VIVA O PACTO PELA VIDA

Parabéns para o governador de Pernambuco Eduardo Campos, parabéns aos Srs. Comandantes de batalhões, parabéns à hipocrisia!!!
Agora todos que fazem questão de combater os assaltos aos caixas eletrônicos devem estar felizes, afinal deu-se uma resposta a sociedade, já que morreu o Soldado Tadeu na madrugada do dia primeiro de agosto.
Dessa forma puderam mostrar que a polícia está nas ruas, que essa mesma polícia mal paga, mal equipada, mal estruturada e desvalorizada está dando literalmente seu sangue pelo pacto pela vida dos outros, dos donos de bancos, por exemplo.
Que todos têm que fazer figuração para o Governador e oficiais pousarem pra foto.
Todos os dias a tropa é cobrada para que não se aumente números homicídios, assaltos, crimes em geral... Ótimo, ninguém quer isso, porém dê condições, dê subsídios, dê apoio, pare de tratar polícia como classe inferior, que não merece receber dignamente.
Pouca gente para pra pensar, mas todo policial tem família, tem uma esposa, um marido, filhos, que sempre esperam que eles voltem. Porque qualquer um está sujeito a não voltar pra casa, mas NÓS estamos na linha de frente e ninguém pense que quando tombamos (morremos) não estamos fazendo mais que a nossa obrigação. Ninguém tem obrigação de pagar com a própria vida.


As quadrilhas andam com no mínimo dez homens fortemente armados e dispostos a tudo e quando DOIS policiais militares que fazem a segurança de pequenas cidades não evitam o confronto, sabe o acontece? Eles são presos e recolhidos ao Batalhão. Porque a obrigação é dar uma de super herói e morrer pra depois aparecerem os oficiais dizendo que eles erraram, que não se enfrenta com número muito inferior, ou seja, em qualquer condição estamos errados.

Agora que se enfrentou e o nosso companheiro se foi, deixou mãe, esposa, filhos e amigos chorando, o Sr. Governador e os Srs. Comandantes podem ficar felizes.
Adeus, meu companheiro!!!
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário